Numa mesma estrada...caminhares!

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Tecitura de vida…

 O futuro é fio que se tece com presentes.
Linha por linha vai sendo tecido, fortalecido, do que se é vivido no hoje.
Enquanto se conjuga o verbo v i v er  no futuro, m o r  r e- s e de frio.
Esquecer o antes e o depois, planejar o agora é a palavra de ordem.
Desnudar o ontem pra tecer no hoje o vestido do amanhã.

...Erikah Azzevedo...

1749334[1]

Enterrando a dor, eliminando o amargo e  guardando na memória somente a beleza dos momentos, aprendeu no tear do tempo a tecer fio a fio seu vestir de eternidades, a deixar prevalecer os bons sentimentos... e a ser, a cada nascer e terminar dos dias, “o fazer pra acontecer “.

Foi colecionando vivências que aprendeu no tempo a bordar um viver feito de agoras e a alinhavar o já de cada hora por jamais querer ver o instante morrer..

....Erikah Azzevedo...

objectos

São os artifícios
Vícios deixando de ser
Os velhos compromissos
Pra esquecer
São pontos de vista
Uma conquista comum
O mesmo pé na estrada
De cada um
Sonhos aventuras
Juras promessas
Dessas que um dia acontecerão
Você me daria a mão?

Musica Palavras do coração de Bruna Caram

Compositor: Otávio Toledo

.

.

Ps: Cris …não sabes o quanto te agradeço por dar-me a conhecer essa música.

Beijos minha flor!

35 comentários:

  1. Erika,

    Comento então com este meu:

    Ser Tecelã do Vir-a-Ser

    "Futuro é coisa a fiar . Fibra é matéria . prima da força . Irmã da coragem! . Na roca, o destino . E nós no leme! . Bichos-da-seda em roda da vida . De Frida as cores . Dos dedos o calo . Ciranda nos pés, no tato o tear . Um além-aqui nas linhas da mão . tecendo o tempo . desbotando a espera . textura de algas marinhas . detalhes de praias depois da chuva . mapa da língua a bordar nações . lãs, livros, sertões . E um arbítrio no ventre . veredas abertas para a eterna novidade do mundo. Entre gauche e anjo torto, vou ser fiandeira na vida…"

    [Katyuscia Carvalho]
    .
    .
    .
    E de toda a lã que da teia da vida se tece o presente, só discordo do tom... no meu novelo cabem as dores também, porque a partir delas aprendo a ter a coragem essencial.

    Ficou lindíssimo teu post!!!
    Agora, vou aumentar o som para "tear" a música.
    ;)

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Katy...não humilha ...hehe

    Sabe qdo falei das dores pensei...a katy vai discordar...dito e certo!

    Completaste o post amora.
    Tava doida era pra q ouvisses a música...rsrsr

    bjos

    Erika

    ResponderExcluir
  3. Erika,

    É que tudo faz parte da nossa biografia. Não que tenhamos de viver sentindo-as, claro que não! Só não podemos negá-las, enterrar os arranhões, maquiar cicatrizes e(...)"na memória somente a beleza dos momentos". Não é a dor, em si, que caminha conosco. É o que aprendemos por a ter superado, percebes? É o sentimento de se ter sido maior que ela. Ou então, a borboleta nunca precisaria, para voar, de uma metamorfose em crisálida.

    ;)

    A música foi feita para ser palavreada aqui!!!

    Beijos.
    .
    .
    .
    Katyuscia

    ResponderExcluir
  4. .

    Minha bonita,

    e com você por perto, eu sou mais forte! Adoro tudo o que escreve!

    xêro procê!

    =)

    ResponderExcluir
  5. Erikah, é lindo o teu blog, lindas as tuas palavras que falam do ténue fio com que se tece a vida:

    "Enterrando a dor, eliminando o amargo e guardando na memória somente a beleza dos momentos, aprendeu no tear do tempo a tecer fio a fio seu vestir de eternidades, a deixar prevalecer os bons sentimentos... e a ser, a cada nascer e terminar dos dias, “o fazer pra acontecer".

    Agarrei nestas palavras que considero um verdadeiro bordado nas mãos dessa linda tecedeira.
    Adorei vir cá.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Erikah, ficou show o post, tudo: imagem e palavras em perfeita harmonia.

    "Enqto se conjuga o verbo viver no futuro, morre-se de frio"... Se vc nao tivesse dito mais nada, já bastaria. Mas, foi além, vc. sempre vai além, simplesmente amei!
    Parabéns, minha tecelã da alma e palavras lindas...

    Qto ä música, fiquei tão feliz em saber desse bem q ela te trouxe.:):)

    Bjo e beijo, dona moça futura mamãe rs!
    Cris (precisotantoaproveitarvoce.zip.net)

    ResponderExcluir
  7. Erikah,

    E quando a dor vem dessa forma, a melhor maneira é saber que o tempo nessas horas tem seu valor. Você tem o dom de encantar, menina linda. Seja com suas palavras em forma de textos ou nos comentários tão carinhosos.

    Você é um amor..

    Beijo imenso.

    Rebeca

    -

    ResponderExcluir
  8. Serena-Cris.
    Surpresa e feliz por ver a menina aqui, não me pergunta pq mas te senti até a sorrir, espero que estejas bem, feliz por estar superando.
    Um cafuné na alma dessa menina linda.

    Bjos

    Erika

    ResponderExcluir
  9. Cris , que bom q vc gostou minha flor, estava mesmo ansiosa pra q visses, tens tu uma grande participação no post, em incentivo, na música e em outras coisitas mais...grande sorte tive eu de encontrar vc nesse mundinho de meus Deus, linda linda que és , que digo sem medo...precisotantoaproveitarvoce...rsrsrs, é que não tem jeito, terás mesmo que me aguentar...hehe

    Bjo amora.

    Te cuida aê...és preciosa!

    Erika

    ResponderExcluir
  10. Rebeca... a rainha dos encantamentos é tu, e eu já sabiadisso mesmo sem te conhecer, já me disse tantas vezes a Zilminha. De todosos seus blogs o que mais gosto é o néctar, acho q já reparaste né! Muito bom dividir com vcs tanto amor.

    Bjinhos minha flor cheia de néctar...rs!

    Erika

    ResponderExcluir
  11. Baby, ainda lembro do teu blog, foi um dos achados que encontrei na net no carnaval , gostei mesmo de ti e prometo sim voltar, tb com um sotaque assim como conseguiria eu resistir né! Chega ouvi daqui menina!

    Um beijo imenso desse pais ao lado( mesmo com um oceano a separar, é q certas horas a distancia é tão relativo né!)

    Erika

    ResponderExcluir
  12. O amor é lindo!!!
    Né?

    Como será o amor entre mulheres?

    Me conta
    Me diz, fofinha

    ResponderExcluir
  13. Como deve ser eu intimamente não sei mas acredito que amor é sempre amor, independente do sexo..é luz, é cor, é cheiro de flor mas tb pode ser dor...amor é sempre amor!

    Um beijo a ti ...

    Ahhhhhh ...não sei pq mas não ei como te contactar sem ser por aqui.

    Um beijo ...

    Volta sempre tá!

    Erika

    ResponderExcluir
  14. Erikah,

    Estamos amando o nosso "Fora do Comum" lá pras bandas do tumblr. O negócio é deixar a criatividade rolar solta e falar com vontade. Lindas as palavras de Carpinejar lá no blog, adorei. Tem uma amiga que disse que vai mandar de presente o livro dele com um autógrafo, legal né? E no "Fora do Comum" não colocamos essa opção de comentários. Lá é um cantinho pra relaxar mesmo e pra ser espiado e comentado no Néctar.

    Menina linda, você sabe ser querida.

    Beijo imenso.

    Rebeca

    -

    ResponderExcluir
  15. Erika,

    Tem um Selo para você lá no meu blog.

    [Só se quiseres, repassa para outros 5 blogueiros...]

    http://1.bp.blogspot.com/_6BIMGdLp-6s/S38G7PCL4eI/AAAAAAAAB-4/w3RPR4B2mIM/s1600-h/image_thumb%5B1%5D.png

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  16. Minha tecelã de comentários inteligentes. Minhas roupas andam muito fora de moda. E com caras de ontem. Me empresta uma para usar esta noite.


    Um abraço.

    Lindo post.

    ResponderExcluir
  17. Erika gosto do jeito que falas do amor menina!!
    beijo grande e um belo fim de semana !!

    ResponderExcluir
  18. no fio da sequência de agoras é costurado o futuro.


    beijo.

    ResponderExcluir
  19. Olá, antes de mais nada, parabéns pelo blog!
    E por acha-lo de muito bom gosto é que o/a convido a vir conhecer a proposta do meu Blog para você.

    Aguado sua visita!
    Forte abraço!

    Karina

    ResponderExcluir
  20. Erikah,gostei de ler o teu perfil.
    És uma mulher inteira, rica de conteúdo interior, que ama a vida e agarra todos os seus pedaços para parti-los ao meio e encontar a semente que fará nascer o amanhã.
    Co tu, também careço, padeço, tenho fome e busco sem cessar a cura para esses males.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  21. Karina , já conheço a proposta do teu blog e tenho feito visitas a ele mesmo que silenciosas...é criativa essa sua idéia e tb louvável. Obrigada por vir ao meu.

    Um beijinho pra ti.

    Erika

    ResponderExcluir
  22. Pipa,

    Teço uma nova no tear do carinho num alinhavar de admiração ou se quiseres tecer tu, tecemos juntas...combinado assim?

    Quero ver-te pra lá de colorida menina, e no já!

    Cuida bem de ti, és preciosa!

    te beijo , me beijas

    Erikah

    ResponderExcluir
  23. Baby,

    Descreveste-me em tons e sobretons vibrantes menina e é tão bom encontrar semelhantes né!

    Um beijo pra ti!

    Erikah

    ResponderExcluir
  24. Clarinha,

    Falar do que se sente é tão fácil, é só deixar-se ir com o que transborda.

    Um beijo

    Erikah

    ResponderExcluir
  25. Lindo, lindo...

    o futuro começa já... realmente!!

    ResponderExcluir
  26. Olá ErikaH bom dia:

    Eis aqui um post teu em que dá muito que pensar, pois a Tecitura de vida tal como tem o título do post, é defacto um conjugar de verbos sem fim onde o Ontem o Hoje e o Amanhã entram nessa conjugação de todas as formas.

    Olhemos em nosso redor e conjuguemos apenas um só verbo que logo nele teremos muitas respostas eis aí então o verbo (Ser).

    Tudo foi, tudo é e tudo será, resta apenas passar por todas estas fases e logo aí temos a resposta.

    Gostei muito deste teu post que nos deixa como que água na boca para saborear o seu gosto e dizer de sua pureza.

    Bjos, bom início de semana e felicidades sempre para este cantinho bem lindo e belo.

    ResponderExcluir
  27. Lindos os teus poemas
    Linda a tua maneira de estar na vida

    O AMOR é o bem maior

    Importa partilhá-lo com alguém que o mereça

    Beijo de mel

    ResponderExcluir
  28. Apetece-me pintar a musica
    Que me afaga a alma, desperta os sentidos
    Apetece-me pintar-te o sorriso
    Unir-te aos meus anseios antigos

    Uma tela, universo ávido de um deus
    Será o pintor o criador da cor do dia?
    Um salteador das sombras da noite?
    Ou apenas um semeador da nostalgia


    Um boa semana

    Doce beijo

    ResponderExcluir
  29. o futuro bem medido...
    tem o tamanho da vida*
    Mixtu...

    vindo da amiga do barlavento.. a porta estava aberta...

    abrazo serrano

    ResponderExcluir
  30. Coraçao, te mandei o e-mail, recebeu?
    Bjo!
    Cris(precisotantoaproveitarvoce.zip.net)

    ResponderExcluir
  31. Entao Erikah, mandei sim, me confirma teu e-mail: fatdream@gmail.com, correto? Qq coisa me manda algo no meu (crissluz@globo.com) q te retorno. Bjo flor!

    Cris

    ResponderExcluir
  32. Mixtu...

    agradeço a visita, pena não estar muito presente esses dias , assim entariamos e tomariamos juntos um café...fica pra uma próxima vez tá! Que te sintas bem vindo pq és.

    Bjos

    Erikah

    ResponderExcluir
  33. AAA(leia -se aqui ali acolá..rs)

    Tocaste num ponto crucial...a conjugação do verbo ser ..é preciso sim conjuga-lo da maneira mais certa e só conjugamos assim qdo aceitamos o sermos como somos, qdo representamos com obdiencia o papel de ser-se como se é.

    Lindo o modo como teceste teu comentário, e eu te agradeço.

    Bjos

    Erikah

    ResponderExcluir
  34. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  35. Desenrolaste maravilhosamente o novelo das palavras e o fio irá estender-se pelo futuro.

    ResponderExcluir

Palavreia aqui você também!
Faça-se palavra!