Numa mesma estrada...caminhares!

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Em busca do intemporal...

No fim tu hás de ver
que as coisas mais
leves são as únicas que o vento não
conseguiu levar:
um estribilho antigo,
um carinho no momento preciso ,
o folhear de um livro de poemas ,
o cheiro que tinha um dia
o próprio vento...

Mário Quintana


Tecelã de afetos cotidianos... sinto sempre colado no corpo somente a pele de que toca o sentimento
Sou colecionadora de memórias, presenças...preciosos momentos..
Quase tudo é fruto perecivel, desgastavel, mutilado, descartável, mutável, inconsistente e temporal...mas a essência carrega consigo a verdade absoluta do tempo..
Os que eu amo sempre permanecem e de permanências em permanências faço-me moradia do eterno
Somos mortais sim mas carregamos em nós um universo de imortalidades
A mim só importa o que permanece, o que se fixa, o que nada nem ninguém consegue destruir.

…Erikah Azzevedo…


"Compreendi, então, que a vida não é uma sonata que, para realizar a sua beleza, tem de ser tocada até o fim. Dei-me conta, ao contrário, de que a vida é um álbum de mini-sonatas. Cada momento de beleza vivido e amado, por efêmero que seja, é uma experiência completa que está destinada à eternidade. Um único momento de beleza e amor justifica a vida inteira."

Rubem Alves

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Liberta-te…


Rapte-me de quem eu sou.
Captada liricamente como "a metade arrancada de mim".

Eufórica ou neurótica. [sendo eu ou eu mesma]
Encenatriz, desencantadora ou desvirtuada.

Ser uma letra de música, qualquer texto poético ou uma crônica autobiográfica? Sou eu com você, mas, mesmo sem você, continuo sendo. Porém, se o importante é ser, esbarra-se na metafísica de realizar: mas ser o quê? Sentença: quando se decide por ser algo, automaticamente se desiste de ser uma infinidade de outras coisas. Uma escolha. A aflição da escolha. Como se a regra fosse poder escolher entre aquilo que é passível de limite - na vida tens uma peça a encenar, mas os figurinos são limitados?!

Saber ser é uma longa estrada, mas por diversas vezes sou minúscula.
Tenho minhas grandezas nos momentos de encontro. O que sempre acontece dentro de outros Universos onde se arrastar, caminhar, levitar ou flutuar faz parte do conjunto de um modo mutável de ser.

"ser ... querer ser ... merecer ser!"

Rapte-me
(Texto de Tatiani Távora, Blog Devaneios Apropriados)


Reprimir -se é um pra sempre seguir num se deixar perder.
Liberta-te
E só ancora-te a ti mesmo
Defeitos e qualidades
No inteiro , completo,
concreto e abstrato
Aprende …
Melhor mesmo é deixar-se ser
aceitar-se sendo.
E mais...amar-se sendo quem se é
Cada parte de um todo
Sem mais, nem menos....
Ser-se na real medida de si mesmo é um ato de coragem...


....e eu hoje sou o que de mim restou quando desisti de ser diferente do que era.

.

…Erikah Azzevedo…

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Essa fome de crescer...




Se inquietava porque se achava  frágil  frente a imensidão das coisas
...era uma menina que tinha fome de crescer,
mas um crescer diferente desses que sempre estamos a ver
... gostava de sentimentos grandiosos,
de gestos feitos com um coração que pouco cabia no peito

Nao queria  ser só o instante,
queria ser o adiante,
sentir-se sempre no a seguir

Queria mais... ser no mais , o tudo..
Carregar dentro de si um mundo
Ela queria ser um não ter fim

Ela se sentia um tão pouco para o muito que queria ser
...um segundo, um minuto, uma hora para uma vida inteira pela frente


....Erikah Azzevedo...

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Musical...



Melhor que fazer uma musica é se fazer musica,
ao ouvido do toque do outro,
acordes consonantes,
tons e semi-tons de uma mesma canção
que toca um sentimento,
dedos que provocam os sentidos,
harmonia musical entre suspiros e gemidos,
orquestra sinfonica pros ouvidos,
unidos, em um só sentir.
Melhor que fazer música é se fazer música,
ao ouvido do toque do outro.

… e  se deixar tocar
…e  se deixar  ouvir…

..Erikah Azzevedo…

musica-tocar-sinfonia-musical 2
.

Sou a dos teu dedos quando me tocas,
e  a dos teus ouvidos quando  me ouves musicar
...E eu, sem partituras,
leio-te musica de cabeça,
com todos os sons que só em teu corpo consigo dispertar.
.

...Erikah Azzevedo...

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

A quem me docifica....



Ela não suportou olhar tanto tempo. Virou de costas, debruçou-se na janela, feito filme: Doris Day, casta porém ousada. Então ele veio por trás: Cary Grant, grandalhão porém mansinho. Tocou-a devagar no ombro nu moreno dourado sob o vestido decotado, e disse:
- Sabe, eu pensei tanto. Eu acho que.
Ela se voltou de repente. E disse:
- Eu também. Eu acho que.
Ficaram se olhando. Completamente dourados, olhos úmidos. Seria a brisa? Verão pleno solto lá fora.
Bem perto dela, ele perguntou:
- O quê?
Ela disse:
- Sim.
Puxou-o pela cintura, ainda mais perto.
Ele disse:
- Você parece mel.
Ela disse:
- E você, um girassol.
Estenderam as mãos um para o outro. No gesto exato de quem vai colher um fruto completamente maduro.

- Caio F. Abreu in “Os Dragões não conhecem o Paraíso”

.
Era um amor assim tão pleno, de ocupar assim todos os espaços,

tão suave, de ir se ocupando dos espaços sem medo,

tão leve , daqueles que nos dão asas aos sonhos ,

tão sempre mais , daqueles que nos permitem ir além,

e tão doce, mais tão doce, que dava vontade de lamber os dedos.

.

...Erikah Azzevedo...

terça-feira, 23 de novembro de 2010

A que se enche de suspiros....



Tão leve, com as forças de mil suspiros que carregava dentro. Se enrolasse um daqueles buquês de balões na mão até voava. Táva tudo doce e suave, Um sabor de céu e núvem para os dias próximos...nenhuma dor mansa,  paz ocupando-se de todos os cantos...e tinha  cheiro de vento bom lá dentro, desses  em que  se acredita vir uma chuvarada de emoções por áí....

...Erikah Azzevedo...


quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Maritima...



Os olhos de mar estavam lá...na memória viva, na curva do olhar, e o mar morava lá dentro, nos mistérios que ela ainda queria em si desvendar, na profundidade de tudo que sentia, e no querer nas coisas de cabeça mergulhar... ela se fazia mar.

... mar que era lar,  mar que era rosto,  mar que era corpo, sempre porto do sentir...
.
...Erikah Azzevedo...


Ser vida 
é mergulhar na maré 
com resto de sal nos olhos 
e cor de infinito nos cabelos 
é sina de queimar a pele 
com o brilho do pensamento 

Nell Meireles

 

 

 

Lembrando aqui da minha Ane Camara…..é tb a carinha dela este post.

Amora…saudades.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

A flor da pele...


Ela desejava olhares escancarados
e mãos de fome na tua pele de sedes.

.

Precisava escandalizar e romper conceitos,
se fazer fratura exposta do desejo.

.

Gostava do que mexia e remexia,
virava e desvirava,
maliciava
propiciava
e fazia seduzir.

.

Exigia um que a mais de ousadia,
algo que desatinasse ao ouvido,
desbaratinasse lógicas,
desorganizasse os sentidos

.

(Era desesperada em sentir...)

.

...Erikah Azzevedo...

sensual-mulher-sexy-feminina

Ando tão à flor da pele 
Meu desejo se confunde 
Com a vontade de não ser 
Ando tão à flor da pele 
Que a minha pele 
Tem o fogo 
Do juízo final…
Zeca Baleiro

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Toda dele...

Quando tua língua de sol
rastreia a minha pele de lua...
Eu sou tua fruta,
Puta
dissoluta
nua,
crua,
sobremesa na mesa
a ser devorada por ti...

Então vem amor
Desjejua.
sou dos teus dentes e unhas,
boca e mãos,
pele e pêlos.

Eu sou dos teus apelos,
sou dos teu ansejos
quando por entre mordidas
toques e beijos
todo o teu desejo
resolve passear por mim..
.

...Erikah Azzevedo...





Com eles era coisa do toque,

suor, saliva e linguas.

Era lance de pele e de tato

...de coração pulsante na ponta dos dedos.

.

…Erikah Azzevedo….

sábado, 30 de outubro de 2010

Dos que nasceram pra somar.....



É das amizades que tiramos a força necessária a cada renascimento e os ingredientes usados em todas as nossas transformações.

Um amigo é sempre um impulso para a beleza no adiante…pés que nos guiam no prosseguir ... olhar que docifica um instante… braços sempre abertos pra acudir…um abraçar sempre constante…mãos sempre prontas pra aplaudir...

É através do olhar do amigo que nos olhamos melhor, nas semelhanças - o que vem pra reforçar, nas diferenças - o que vem pra complementar....são olhares que acreditam, aconselham, vivificam,  se espelham e se aconchegam.... se necessitam.

…Olhares onde habitam um mesmo sentir.

É através do olhar de um amigo que vemos melhor o horizonte, esse olhar que é sempre ponte, olhar que é sempre fonte ...de abrigo e proteção....

Todo amigo é um sexto sentido... um terceiro olho....um segundo coração!...

…Erikah Azzevedo…


Para conhecermos os amigos
é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça.
No sucesso, verificamos a quantidade
e, na desgraça, a qualidade.

Confúcio

Esse post é uma homenagem a todos meus amigos e em especial a uma amiga muito querida que hoje me ajudou a recuperar o Layout do meu blog, e acabou com meu desespero, quem apareceu aqui deve ter notado como ele ficou…Callie querida, obrigadissima viu!?.

Deus te dê amigos assim, tal como és…sempre! Te adoro!

Erikah


quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Metamorfoseio...




metamorfose-borboleta-largata
Disse a flor para o pequeno príncipe:
é preciso que eu suporte duas ou três larvas
se quiser conhecer as borboletas.
(Exupery)

Ser de rastejares valoriza o transceder nos ares....Aprendi no estar de pupas , a fazer crescer o meu desejo de libertares, depois de  me sentir chão, sei melhor esse usar de asas. Esses mecanismos singulares, o  romper casulos, o ganhar os ares... por que o que não mata, amor[tece]....e o que me faz sofrer também fortalece...
Teço vida, fortaleço, cambaleio,  enlouqueço, esfomeio, entorpeço, anseio, engrandeço...
Metamorfoseio...
Articulo, acumulo vontades, veiculo verdades, ejaculo coragens...venço meu casulo.
É o fio da vida que se tece, o sofrer também aquece quando enobrece e faz crescer.
.
....Erikah Azzevedo...
Borboleta-metamorfose-largata
"Não haverá borboletas
se a vida não passar
por longas e silenciosas metamorfoses."
(Rubem Alves)


Não sou de lineares, eu sou mais é de mudanças.  Finco os meus pilares...sustento-me com vida...meu desejo de liberdade veio em doses cavalares... Estou em paz , faço do casulo minha toca, e em tudo que toco sinto-me capaz. Pulso nas jugulares o sangue que carrega a força de transpor todos os pesares, minha fome de viver é voraz, sou de "borboletares"...e limitações não me pegam mais. 
...Erikah Azzevedo...

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Enfrentamentos...

renascimento-morte-terra-cultivar-uterino

É preciso  um olhar uterino sobre as coisas, entender que o viver é um renascer diário, e que é preciso sim gerar uma boa dose de coragem, de força  , de superação,  de vontade de luta e de amor a vida todos os dias…... Há que se ter a face a mostra, a sabor do vento, ao labor do tempo e a epiderme exposta , debulhadas por sois e chuvas , calores e frios.  . Eu sou de partos e partidas, cicatrizes e feridas,e há sempre  uma pitada de medo nesse punhado de desafios  mas sou de en.fren.ta.men.tos…. Eu abro  ventres, eu sigo em frente e  rompo entranhas se for preciso,  é comendo a minha propria placenta que tenho sobrevivido.

…Erikah Azzevedo…

nascimento-fencundar-terra-plantação

Tinha a pele exposta e os sentidos todos aflorados, inclusive aqueles não catalogados...decidiu–se  por sentir…e é assim mesmo, há o que dilacera mas há também o que aconchega.

..Amplitudes, plenitudes...Intensidades… dimensões, atitudes….coragens!

.

...Erikah Azzevedo…




terça-feira, 12 de outubro de 2010

Feita de tempos presentes....


Claro, o dia de amanhã cuidará do dia de amanhã
e tudo chegará no tempo exato. Mas e o dia de hoje?
Só quero ir indo junto com as coisas, ir sendo junto
com elas, ao mesmo tempo, até um lugar que
não sei onde fica, e que você até pode chamar de morte,
mas eu chamo apenas de porto!"

- Caio Fernando Abreu-


Desaprendeu a viver de passados...
valorizou o exato momento do agora
e sabia que precisava aprender a viver de agoras sempre.
Um minuto atrás já passou - ela pensou...
o viver é móvel e a vida é no instante.

.. Erikah Azzevedo…

solar-sol-verão

“(...)O presente é o instante em que a roda do automóvel em alta velocidade toca minimamente no chão. E a parte da roda que ainda não tocou, tocará em um imediato que absorve o instante presente e torna-o passado. Eu, viva e tremeluzente como os instantes, acendo-me e me apago, acendo e apago, acendo e apago.(...)

(...) Tenho um pouco de medo: medo ainda de me entregar pois o próximo instante é o desconhecido. O próximo instante é feito por mim? Fazemo-lo juntos com a respiração. E com uma desenvoltura de toureiro na arena.(...)

Clarice Lispector, excertos in agua viva.

atras

Seguir em frente todos seguem, a vida não tem marcha ré e isso todos sabem... mas algumas pessoas vão adiante sem enxergar nada a sua frente, é que mantêm seus olhos pendurados nas costas pra continuar enxergando somente o que passou....

É preciso perseguir o adiante e sentir com tudo - pele , ossos e músculos. O instante é visceral . A vida é no agora e o meu agora tá lá na frente…

… é pra lá que eu vou.

…Erikah Azzevedo…

riso_2

“ (…)não sei captar o que existe senão vivendo aqui cada coisa que surgir e não importa o quê: estou quase livre de meus erros. Deixo o cavalo livre correr fogoso(…)

[Clarice Lispector, in agua viva]

3DclockTenho tudo pronto dentro de mim
e uma alma que só sabe viver presentes.
Sem esperas, sem amarras,
sem receios, sem cobertas,
sem sentido, sem passados
[Caio Fernando Abreu]

.

.

.

ps: Esse post é repetido porque o sentir também se repetiu, e como é um texto pouco conhecido decidi postá-lo novamente. ….post original foi escrito aqui

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Certezas...

"Compreendi, então, que a vida não é uma sonata que,
para realizar a sua beleza, tem de ser tocada até o fim.
Dei-me conta, ao contrário, de que a vida é um álbum
de mini-sonatas. Cada momento de beleza vivido e amado,
por efêmero que seja, é uma experiência completa
que está destinada à eternidade.
Um único momento de
beleza e amor justifica a vida inteira."

(Rubem Alves)



Ficava procurando tesouros em minas perigosas, em cantos escuros, esquinas, becos ... lugares improváveis e absurdos, e esquecia de procurá-los dentro de mim mesma...é porque  me procurava e também não me achava. A vida, meus amigos,  é uma eterna busca pelo infinito, pelo que há de mais bonito, é um que de perfeição onde só o imperfeito vive...uma constante procura....uma eterna magia.  E viver tem sido , a mim,  inexplicavelmente mágico. Vivo e só vivo porque sinto.... procurar o que me faça  sentir, meus pequenos tesouros, tem me aberto um mundo  de vivencias e possibilidades....a isso eu chamo de intensidade porque vida  que é vida precisa ser devorada e digerida jamais mastigada pela metade.

...Erikah Azzevedo....

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Das aprendizagens…

Se a beleza sonhada é maior que a vivente,
dizei-me:não quereis ou não sabeis ser sonho?
Eu sou essa pessoa a quem o vento rasga.

Cecília Meireles


É tanta coisa que vai nos acontecendo, em relação as pessoas, á vida... tudo muda de segundo em segundo... E eu vou seguindo , sem medos, mas  cada vez tenho aprendido a não mais abrir pra muitos a minha caixinhas de segredos.... É que guardo tantas coisas lá dentro, preciosidades feitas de palavras, pensamentos,  armas que sempre lutam por paz. E sigo em frente, aprendendo com o antes e o ontem mas vivendo  de  agoras.... e  dessas horas  sem demoras, cheias de pressa por acontecer....

Aprendi a   driblar e enfrentar as decepções e as tristezas , a viver o dia a dia com todas as suas surpresas, a ser de instantes e a manter meus olhos no adiante...um olhar de brilho, de coração pulsante....olhar de sonho, aconchego e alento...Olhos de aumento pra o que na vida há de mais  importante...o sentimento.

E eu sei...Deus  sempre me protege ..sinto isso... e nisso eu não me iludo....acredito  Nele e vou com tudo....

...É que meu pedacinho de fé tem o  tamanho do mundo.

... Erikah Azzevedo...



 

A este Deus
que levanta a poeira dos caminhos
os levando a voar
consagro este suspiro
nele cresça
até virar vendaval.
(Leminsk)

“Que minha humildade seja como a chuva desejada caindo mansa,
 longa noite escura, numa terra sedenta e num telhado velho.”

(Cora Coralina) 

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Essa desatinada sede de amar...



Pra que procurar o amor quando é o amor quem nos acha?
A  gente deveria era seguir somente com o deixar-se achar.....

...Erikah Azzevedo...





Ps: E o amor me achou...

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Do que se agradece...


Carrega sempre consigo uma frase que aprendeu tempos atrás...e pra si mesma sempre diz:

SE  LEMBRAR de CELEBRAR as coisas boas da vida todos os dias.

É que ela é dessas pessoas que valoriza a simplicidade das coisas e leva a vida de peito aberto , lágrimas nos olhos de contentamento, no rosto um jardim de sorrisos, estrelas no céu da boca e nas mãos uma prece de quem, pelo milagre de estar viva, todo os dias agradece.

...Erikah Azzevedo...


Eu peço a Deus tudo o que eu quero e preciso. É o que me cabe.
Ser ou não ser atendida - isso não cabe a mim,
isso já é matéria-mágica que se me dá ou se retrai.
Obstinada, eu rezo.
Eu não tenho o poder. Tenho a prece.
(Clarice Lispector)

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Por entre vôos....



Do que me prende a terra,
desfaço o laço
e me afasto
Por que não sou de chão
...só de pássaros.

De asas nos pés
Acerto o compasso
Apresso o passo
E leve sigo
Por que sou de plumas,
De levitares
e de suspiros

Em brisas ou furações
eu sou de ventos
E sou de vôos
num rasgar de céus azuis

E quando asas me faltarem,
serei de quedas

...ainda que abismais.

...Erikah Azzevedo....


.
.
.

Nem o viver discreto impedirá a torrente de almas
que me rasgam de fora para dentro
o limite de céu que trago no peito.

( Fernando Ribeiro)


O meu poema surgiu de um comentário ao poema do Assis Freitas(clicar no nome do Assis caso queira ler o poema em questão, eu recomendo, vale a pena)

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Esse relacionar-se....



A emoção incita minha mente a buscar,
...a desejar, a ouvir , a olhar, a tocar , a sentir...

Não caminho sozinha...
Sou parte de um todo....
Sou um todo…em p a r t e s

A (uni)cidade tanto de propósitos
como de origem me atrai

Sou um espelho,
reflito e sou refletida por atos,
mas também por sentimentos,
dramas, situações, pensamentos

...palavras

Tenho cons(ciência) do que reflete em mim,
mas não tenho consciência do quanto de mim
tenho refletido no outro.

O que eu quero é fazer crescer,
somar, fazer valer,
complementar, acrescentar.....
Eu quero é no outro exceder,
surpreender
...trans(bordar)!

Eu não quero só ser no outro
o que pro outro baste.
.

Eu quero é ser no outro
a minha melhor parte.
.
.
...Erikah Azzevedo...