Numa mesma estrada...caminhares!

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Esse tal de virtual...

 
 

Até onde o impalpável,
o inconsistente e o intocável
vai aplacar a nossa fome de amor?

Até quando serão só os sonhos,
as promessas e os planos,
a matar a nossa sede de amar?

É preciso mais...carne, musculos, corpo!
É preciso mais…sangue saliva e suor!

É urgente um instante do amor entre as mãos...
a um minuto do toque, da pele, dos pêlos…

É urgente um instante do amor entre os lábios,
a um minuto do sabor, do cheiro e de tudo o mais.

.

…Erikah Azzevedo…





Esse post surgiu de um comentário no post da Patty Vicensotti...

38 comentários:

  1. vc disse tudo!
    Interrogações necessárias no mundo virtual em que vivemos...Muitos trocam a presença física pela presença virtual.
    Além disso o texto está lindo, poeticamente falando.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Perfeito! Sem cheiro,pele,sabors,química...Não dá. O amor,os relacionamentos pedem um espaço maior,de aproximação nesse mundo louco que estamos vivendo. No início do blog escrevi sobre um certo homem virtual.
    http://nasasasdacoruja.blogspot.com/2008/12/havia-em-seu-rosto-ento-um-tmido.html
    Se tiver vontade leia tá bom! Adorei o poema e concordo muito. Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  3. Já dizia o velho e bom Fernando Pessoa: "Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?"

    Se é amor real, sobreviverá ao virtual, assim como existem muitos relacionamentos no real que não passam de virtuais,

    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. MI...

    Sabe que pensei em colocar esse poema a acompanhar o texto que escrevi...e tu me trazes ele até mim,,,coincidencia menina.

    Gostei da sua colocação entre o real e o virtual, faz sim muito sentido.

    na verdade menina , esse post é um tipo de terapia, as palavras me dizendo o que eu preciso acreditar...hehehe

    Bjos linda.

    ResponderExcluir
  5. Paulinha,
    Esse tema ´pe mesmo muito atual e algo me diz que ainda vai dar ele muito pano pra manga...hehehe
    Bjos linda!
    Erikah

    ResponderExcluir
  6. Concordo plenamente Erika,necessitamos do tato,do perto,do gosto do afeto!
    Respondendo seu comentário no meu post,leu sim amore,normalmente misturo coisas de bicho e gente,me sinto assim mesmo,mais bicho que gente,rs... acho que na maioria deles misturo algo assim por isso gostei tanto deste que postei,me identifiquei bastante!
    Obrigada pelo teu carinho sempre!

    Adoro-te

    ResponderExcluir
  7. Oi Erikah,

    Vim oferecer o meu selo à vc, mas fique à vontade, é só um carinho ;)

    bjs!

    ResponderExcluir
  8. Está no lado direito do sidebar no meu blog, é a segunda figura, bjs,

    ResponderExcluir
  9. Ah Erikah...

    Que coisa bela minha linda. Tão perfeito.
    Vivemos um tempo de tantas superficialidades, fata nos faz o toque, o tato...
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. É preciso o toque, os olhos que brilham sobre, o corpo, a pontinha da orelha, o coração do outro pra bater junto com teu...tudo isso confirma as palavras, sonhos e planos feitos.

    Adorei o post!

    Um beijo

    ResponderExcluir
  11. Verdade sabe? Tem gene perdendo a fé na presença, nos erros, no desconserto sem nem experimentar o cheiro, o gosto, sem tatear, sem beijar, sem sofrer mas tbém sem viver inteiramente. O pior é pensar que há aqueles que sequer viveram um outro tempo, né? De dançar música lenta agarradinho, de fazer fogueira com os amigos em noites de frio... Virtualizar a humanidade mantendo suas características é impossível! Que não nos esvaziemos da realidade então.

    ResponderExcluir
  12. O medo (ou sei lá o quê) do real as vezes faz isso, dá uma cegueira que só. Eu bem sei.. mas, a gente acorda um dia.

    ResponderExcluir
  13. Jujuba, agora tenho certeza: você lê a minha alma!!!
    Já li e reli, e continuo a me encontrar tanto neste texto, que me causa arrepios!!!
    Te amo daqui até o teto da rua!!
    Mil beijinhos, com carinho!!!

    ResponderExcluir
  14. Até quando o sonho se personificar minha amiga, as vezes acontece.

    Beijinhos mágicos minha fada das palavras!!

    ResponderExcluir
  15. Fatdream


    "É urgente um instante do amor entre os lábios,
    a um minuto do sabor, do cheiro e de tudo o mais."


    Ficou lindo. Você me recordou um verso de Caio F.

    "Preciso de alguém.
    É urgente o que eu digo."

    Como a senhorita escreve bonito dona moça.



    Um beijo com gosto de sonho.

    ResponderExcluir
  16. ErikaH querida
    Saudade das suas palavras!
    Lindo poema.
    Beijo
    Denise

    ResponderExcluir
  17. Erikaa, isso tudo eu vivi tanto.
    esse tal de virtual nos prega muitas peças, não é?

    eu me identifiquei tanto com teu post.
    lindo, o tal de virtual um dia se torna real?
    eu acho que sim, mas não sei, vamos seguir pra ver o que tem logo após a curva.

    Um Beijo!

    ResponderExcluir
  18. Erika, agora que vi...
    eu aqui no seu canto
    e você lá no meu,
    ao mesmo tempo.
    Um desencontro ou
    um encontro?

    Adorei as palavras por lá,
    é isso que tento passar sempre,
    a luz em nossos corações, podemos
    buscar, desligar da matéria, estamos
    tão cercados de tudo isso que nos cega pro que é belo, não é?

    Um Beijão e três sonhos.

    ResponderExcluir
  19. Oi, lindona!

    Tenho uma motivação especial para pensar nesse assunto, nos últimos tempos. Hoje, casualmente, rascunhei algo sobre isso, sobre o que é virtual.

    Fiz minhas considerações, e cheguei à conclusão que melhor responde às minhas perguntas, apesar da simplicidade : virtual é apenas o meio, o que se sente e se quer, é real. Apenas isso.

    Ah, sim, e a distância é só uma circunstância, coisa que se resolve, se contorna.

    (Ufa, que bom!)

    Beijos, querida! E obrigada pela presença perfumada, lá no blog, viu? Adoro muito! ^^

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  20. Erikah,

    O virtual precisa do real pra continuar seguindo em frente. Por mais que tudo seja realmente sentido, chega num ponto que precisamos do toque pra continuar.

    Amei suas palavras no dia do meu aniversário, como é bom ser dengada nesse dia.

    Beijo imenso, menina linda.

    Rebeca

    -

    ResponderExcluir
  21. Muito interessante seu post,,,concordo...precisamos de mais carne,,,mais pele, suor,,,contato,,,toque, olhar,,,abraços,,,aperto de corpos...o mundo virtual é gostoso,,,é carinhoso,,,mas o ser humano precisa de um pouco mais que fibras opticas, monitores e teclados,,,temos um coraçao que precisa de toque,,,,beijos de lindo dia pra ti.

    ResponderExcluir
  22. "Ai ai ai amora, esse virtual um dia me deu o céu, no outro me jogou no inferno e eu sai voando feito borboleta de uma brecha mal feita"
    rs.
    Adoro vc menina linda, Capitu!!

    ResponderExcluir
  23. Isto sempre existirá enquanto o imaginário for melhor que o real, que o vazio.


    Beijos, Xará. Lindo te ler!!!

    ResponderExcluir
  24. Olá Erikah!
    Vim te agradecer pelo carinho e acabei me encantando por aqui, lindo seu lugarzinho!
    é um prazer te receber no meu blog e pode ficar a vontade pra postar os textos, será um prazer.

    Uma semana linda pra você!
    Beeijo

    ResponderExcluir
  25. Não abro mão do cheiro e do sabor. Da temperatura.

    Beijos e simplesmente, amei!

    ResponderExcluir
  26. Irretocável !!! Beijos, amiga.

    ResponderExcluir
  27. Adorável a tua objetividade lírica.Adorável esse não veemente a um platonismo mórbido,inconsequente,que reduz o amor à inação,reduzindo-o a um "apenas" imaginar inconsistente.Bjosss...Éricah.

    ResponderExcluir
  28. .

    Ocê é luz, é presente Divino!
    Acende minha alma num estalar de dedos!
    Te gosto, te gosto e muito*

    Um beijo*

    =)

    ResponderExcluir
  29. Maravilhoso poema!
    Muito grata por compartilhares conosco teus tesouros secretos.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  30. Perfeito esse texto!
    Conheci meu marido pela internet acredita?
    Vim agradecer por vc estar seguindo meu blog, fico feliz que vc tenha se interessado! :)
    Ofereco a vc com mt carinho o meu AWARD.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  31. Que poema tão oportuno, tão verdadeiro, absolutamente digno de quem palavreia tão bem e tão intensamente!
    Parabéns, Erikah, AMEI.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  32. Amora do meu coração.. que lindo seu post.. o virtual encanta..mas nada como o toque..o gosto ..o cheiro.. bom demais menina.. aff!! deu calor.rsrsrs.. beijão minha linda capitu.. adoro vc..

    ResponderExcluir
  33. Flor, você escreve cada coisa que... fico sem saber direito o que falar, sabia?! Porque mexe comigo de um jeito, até parece que foi tirado de dentro de mim, que você veio aqui, leu meus pensamentos e meus sentimentos, e de um jeito tão maravilhoso (que só você sabe fazer) tornou palavras.

    O mundo virtual é mesmo perfeito, é de uma facilidade imensa, e quem quiser pode até ser outra pessoa! Mas, será que não estamos mesmo exagerando? Será que não estamos trocando momentos tão únicos, de presença, de toque, de cheiro, pela solidão de uma tela fria? A pessoa está em ambas as situações, o sentimento pode estar em ambas também, mas, qual a intensidade?

    Post lindo, flor!

    Abraço.

    ResponderExcluir
  34. Angel querida, tem certas coisas que a gente escreve que nem é o que a gente acredita tanto mas tb o que precisa acreditar...palavras têm força né...sigo tentando flor...rsrsrsrs

    Adoro-te!

    Erikah

    ResponderExcluir
  35. Que lindo seu blog querida...vou colocar nos meus favoritos...e quanto ao poema está corretissimo..e digo porque vivi isso um amor virtual sem toque sem olho no olho...sem cheiro...sem pele com pele..e eu ate ja havia que esquecido do quão boa são essas sensações quando pude reviver td isso na vida real..com alguem real...
    Vou passar de vez qm quando nessa pagina para ver a novidades e matar saudades de tí.
    Beijão minha linda e fique com Deus.

    ResponderExcluir
  36. AMIGA QUE POEMA LINDO E VERDADEIRO.VC.É DE UMA INTENSIDADE QUE CHEGA A ME ESPANTAR.PARABÉNS!!!JÁ COLOQUEI NO MEU BLOG TB.SOU SUA FÃ!!!BEIJOS MENINA LINDAAA!!!

    ResponderExcluir
  37. Pois é, sempre fico questionando isso, pois quando amamos desejamos sentir o toque, os beijos, abraços, o calor... Claro que existem amores que ultrapassam o virtual e tudo o mais. MaS sempre havemos de querer sentir a quem amamos! Lindo e verdadeiro isso, Érikah! Érikah, pensei em postar em meu blog umas palavras suas das quais gostei imensamente, pensei em por no meu perfil também no Recanto! Claro que lhe daria os devidos créditos! Se você me permitir, adoraria! Depois me fala! Beijos!

    ResponderExcluir

Palavreia aqui você também!
Faça-se palavra!