Numa mesma estrada...caminhares!

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

“ (…)O que confesso não tem importância, faço paisagens com o que sinto(…)”

“Sinto-me nascido a cada momento
para a eterna novidade do mundo.
Não pondero, sonho.
Não me sinto inspirado, deliro. “
[Fernando Pessoa]




O filósofo quer o pensar , o poeta não...só quer o sentir.  Respirar sensibilidades, transpirar palavras, falar por emoções.
De filosofias pouco vivo, mas é com poesias que povoo os meus dias
Sigo pensando, penso demais mas a cada vez tento pensar menos e sentir mais.
E se escrevo não é pra que me leiam somente , ou pra que me entendam, é pra que me sintam.
E  é pra que eu me sinta no além mais de mim...
Sentir é mais visceral, mais coração, mais pele, mais músculos, mais sangue, lágrima  e suor, é bem mais intimo, bem mais transparente, bem mais fluido que o entender...
Entender é quase sempre superficial...
Me basta  respeitar o que eu sinto, me entregar aos sentidos...
Me basta sentir ....
Viver intimamente as profundezas das coisas, do outro e de mim .

...Erikah Azzevedo...



Sem sentido nessa vida, 
só o viver sem sentir 
e eu preciso é de cem sentidos 
que é pra ver se eu vivo mais.


…Erikah Azzevedo…


Ps: Título do  Fernando Pessoa.

26 comentários:

  1. O filosofo quer o pensar . o poeta não...só quer o sentir. Respirar sensibilidades, transpirar palavras, falar por emoções.
    De filosofias pouco vivo, mas é com poesias que povoo os meus dias
    Sigo pensando, penso demais mas a cada vez tento pensar menos e sentir mais.
    E se escrevo não é pra que me leiam somente , ou pra que me entendam, é pra que me sintam.
    E é pra que eu me sinta no além mais de mim...
    Sentir é mais visceral, mais coração, mais pele, mais músculos, mais sangue, lágrima e suor, é bem mais intimo, bem mais transparente, bem mais fluido que o entender...
    Entender é quase sempre superficial...
    Me basta respeitar o que eu sinto, me entregar aos sentidos...
    Me basta sentir ....
    Viver intimamente as profundezas das coisas, do outro e de mim .

    ...Erikah Azzevedo...




    Sem sentido nessa vida,
    só o viver sem sentir
    e eu preciso é de cem sentidos
    que é pra ver se eu vivo mais.


    …Erikah Azzevedo…

    ResponderExcluir
  2. "Sem sentido nessa vida,
    só o viver sem sentir
    e eu preciso é de cem sentidos
    que é pra ver se eu vivo mais."

    Que perfeito Flor. Muito, muito certeiro esse teu encanto!

    ResponderExcluir
  3. Intenso em sentimentos, beijo, amiga poeta !

    ResponderExcluir
  4. Erika, eu te compreendo...
    Mas os poemas de que mais gosto são de poetas-pensadores!
    E a filosofia não é a busca da explicação... é um eterno interrogar.
    Logo, quando você se questiona num poema, mesmo sem ter respostas, que isso sempre muda, está praticando-a.
    Mas no que se refere ao não adotar um tipo específico de filosofia, estou de acordo!
    E que sintamos com a pele, com os sentidos todos, sempre!
    Que a poesia nos seja essa beleza sem explicação.

    "[...] e eu preciso é de cem sentidos
    que é pra ver se eu vivo mais."

    Lindo!
    Que um dia inventemos, ou desenvolvamos novos e novos sentidos!
    Por enquanto, vamos "aguçando" os que já temos!

    Beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  5. E eu te sinto amiga!
    Sinto cada letrinha que vc coloca pra fora deste coracao que transborda sensibilidade.
    Concordo com vc, prefiro o sentir, o pensamento é mt racional, o sentir nao... e isso que torna ele atrativo.
    Um final de semana lindo e pleno de paz e sorrisos
    Sopros de alegrias pra ti! :)

    ADORO-TE

    ResponderExcluir
  6. P.S.: Vc sempre com palavras doces em meus posts do blog... sinto-me inundada de mel com teu carinho. Voce é mt especial minha amiga-flor.

    ResponderExcluir
  7. Erikha, minha lindaaaaaaaa!

    Eu preciso de mil sentidos....

    Lindas suas palavras, lindas.(Pra variar).

    Te deixo um abraço apertado!!!

    Beijoooooooo amora!!!

    ResponderExcluir
  8. poesia das sensações, o florir dos sentidos


    beijo

    ResponderExcluir
  9. Quando um grande compositor brasileiro escreveu com propriedade que “um mais um é sempre mais que dois”, ele já compreendia que caminhando só caminha-se mais rápido, porem aqueles que caminham em grupo vão mais longe.
    Em minha postagem no blog, estou contando com os amigos para ajudar uma família.
    Se você puder ajudar será maravilhoso.
    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  10. E sentir já dá a dimensão de quem somos, como somos. Sentir é uma espécie de cartografia da alma...

    Beijinhos, Erikah!

    ;)

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Porque viver não é apenas existir. Viver é sentir. E sentir é deixar a vida penetrar por cada milímetro de nós.

    Texto lindooo!
    E o Pessoa deu um brilho bem mais que especial!

    As suas palavras bailam e encantam a quem contempla o seu bailado!

    Beijo doce!

    ResponderExcluir
  13. " Respirar sensibilidades, transpirar palavras, falar por emoções" Gosto muito de te ler, porque as tuas palavras fazem tudo isso que aqui dizes...
    Obrigada pela tua visita.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Gata, tô naquela fase da Clarice que diz "Não estou sentindo nada". Tenho deixado as coisas me sentirem.

    Experimentei e gostei da transgressão...rs

    Beijos e carinho.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  15. Você vive sempre muito e cada vez mais dentro de cada um de nós,cada vez que te lemos...
    Te sinto,te toco,te compreendo,suas palavras me acariciam,me transporto ao teu lado!

    Sempre explodindo em talento e emoções,ahh você é preciosa demais!

    Beijo da sua fã e admiradora

    Sophi

    ResponderExcluir
  16. Que lindo Erikah!

    esse foi o que mais gostei!
    preciso também de cem sentidos
    e achar o mapa do caminho.

    sou teu fã!

    muitos beijos querida!

    ResponderExcluir
  17. .

    De volta, amora!

    Entrei primeiro no orkut, agora que entro aqui vi teu recado,já respondi no orkut.

    Jamais me afastar da luz.

    Deixo meu carinho

    .
    .

    ResponderExcluir
  18. Um texto absolutamente encantador!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Sem.ti aqui, sempipresente, in.spiro de.lírios... :D

    Beijão, ErikaH! :D

    Gosto de poesia pra sentir, pra respirar, poesia pra tocar, pra morder, sorver e mordiscar, mas também aprecio poesia pra pensar... depende do momento...

    Bjs! :D

    ResponderExcluir
  20. É sentindo você, que a gente se sente...
    Vc é um Ser muito especial, Erikah!
    Bom saber que vc existe!
    Bj meu
    Helô

    ResponderExcluir
  21. sentir..o resto são atalahos para lugar nenhum...sempre falo o dia que eu não transpirar a paisagem que os meus olhos enxergam esse dia algo estará errado ..e eu não quero morrer errado!! lindissimo texto..
    me visita..será de um sentir infinito!!
    abraços!!

    ResponderExcluir
  22. Cem sentidos acho que você não tem amada, mas o sexto sentido...
    Ah esse sim ,ou como diria você sensibilidade aguçada.
    Você sente no ar, tudo que acontece ao seu redor.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  23. Quando eu sinto uma saudade da menina Erikah Azzevedo (aquela com "H" no final pra dar a exata impressão do som aberto ao mundo e com dois "Zs" para afirmar que, se for pra ir até o fim, que seja duas vezes em um looping) venho até aqui te ler. Mas quanto mais te leio, mais insatisfeita me sinto. Não a insatisfação do insuficiente, mas sim daquela de querer beber sempre mais do mar de delicadezas e sentires que aqui encontro... como se eu, parafraseando você, precisasse de cem sentidos para plenificar em mim sua escrita!

    Adoro você, sua arte, essa imensidão que aportou em minha vida. Obrigadíssima.

    ResponderExcluir
  24. Minha linda
    Obrigada pela visita no meu blog.
    Ele continua o mesmo, apenas mudando as cores de vez em quando....as vezes fico tempo sem postar nada..só quando estou inspirada para procurar coisas bonitas na net...pois não tenho o dom que Deus te deu nas palavras bonitas.
    Que Deus te abençoe minha linda e fique em paz.

    ResponderExcluir
  25. Apenas me calo
    E calado,
    Abro mais caminhos.

    E fica pros OLHOS a Certeza.
    Do que a BOCA não sabe dizer!

    E em cada lágrima,
    Cem obrigados despencam,
    No infinito TEMPO
    Que acolhe você.

    Obrigado Érikah
    por suas palavras
    pela Verdade,dimensão,medida,tamanho,peso,cores
    e passagens que elas transmitem.

    Virei teu Fã!

    Raphaah Abreu.

    ResponderExcluir
  26. Teu blog é o mais lindo ninho de palavras.
    Também pudera! Você usa o sentimento na forma mais coeso, certamente o teu coração colabora com a alma. Tuas escritas são maduras; há de haver em ti uma pessoa especial. Eu enxergo mais de l00 sentidos...
    bjs

    ResponderExcluir

Palavreia aqui você também!
Faça-se palavra!