Numa mesma estrada...caminhares!

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Metamorfoseio...




metamorfose-borboleta-largata
Disse a flor para o pequeno príncipe:
é preciso que eu suporte duas ou três larvas
se quiser conhecer as borboletas.
(Exupery)

Ser de rastejares valoriza o transceder nos ares....Aprendi no estar de pupas , a fazer crescer o meu desejo de libertares, depois de  me sentir chão, sei melhor esse usar de asas. Esses mecanismos singulares, o  romper casulos, o ganhar os ares... por que o que não mata, amor[tece]....e o que me faz sofrer também fortalece...
Teço vida, fortaleço, cambaleio,  enlouqueço, esfomeio, entorpeço, anseio, engrandeço...
Metamorfoseio...
Articulo, acumulo vontades, veiculo verdades, ejaculo coragens...venço meu casulo.
É o fio da vida que se tece, o sofrer também aquece quando enobrece e faz crescer.
.
....Erikah Azzevedo...
Borboleta-metamorfose-largata
"Não haverá borboletas
se a vida não passar
por longas e silenciosas metamorfoses."
(Rubem Alves)


Não sou de lineares, eu sou mais é de mudanças.  Finco os meus pilares...sustento-me com vida...meu desejo de liberdade veio em doses cavalares... Estou em paz , faço do casulo minha toca, e em tudo que toco sinto-me capaz. Pulso nas jugulares o sangue que carrega a força de transpor todos os pesares, minha fome de viver é voraz, sou de "borboletares"...e limitações não me pegam mais. 
...Erikah Azzevedo...

49 comentários:

  1. Oi, Erikah,

    O seu texto é belo! É um rebuscado e bem elaborado desenho sobre o seu perfil. Eu diria que é uma poesia, de tão suave e lírico que me pareceu.

    Você escreve muitíssimo bem! Parabéns!

    Beijo,
    Inês

    ResponderExcluir
  2. Ser de rastejares valoriza o transceder nos ares....Aprendi no estar de pupas , a fazer crescer o meu desejo de libertares, depois de me sentir chão, sei melhor esse usar de asas. Esses mecanismos singulares, o romper casulos, o ganhar os ares... por que o que não mata, amortece....e o que me faz sofrer também fortalece...
    Teço vida, fortaleço, cambaleio, enlouqueço, esfomeio, entorpeço, anseio engrandeço...
    Metamorfoseio...
    Articulo, acumulo vontades, veiculo verdades, ejaculo coragens...venço meu casulo.
    É o fio da vida que se tece, o sofrer também aquece quando enobrece e faz crescer.
    ....Erikah Azzevedo...



    Não sou de lineares, eu sou mais é de mudanças. Finco os meus pilares...sustento-me com vida...meu desejo de liberdade veio em doses cavalares... Estou em paz , faço do casulo minha toca, e em tudo que toco sinto-me capaz. Pulso nas jugulares o sangue que carrega a força de transpor todos os pesares, minha fome de viver é voraz, sou de borboletares...e limitações não me pegam mais.
    ...Erikah Azzevedo...

    ResponderExcluir
  3. Erikah,

    Bravo!

    Também metamorfoseio assim no meu casulo, na minha liberdade vigiada...


    Um excelente texto poético!


    Um abraço, Marluce

    ResponderExcluir
  4. Nossa!!! Agora fiquei sem palavras para comentar... (que eu faço?) rs

    Menina! Que coisa mais linda isso! Apaixonei-me por esse texto do início ao fim! As imagens: maravilhosas!

    Tudo casando perfeitamente com o seu lirismo encantador. Parabéns, Flor! Como eu disse... vc é uma poetisa e tanto!

    Beijos :)

    ResponderExcluir
  5. Uma palavra - perfeito.

    Bom restinho de semana, pessoa especial!

    Beijo!

    ;)

    ResponderExcluir
  6. Escrito com maestria, verdadeiramente ! Parabéns, um beijo e muito obrigada pela doce presença.

    ResponderExcluir
  7. Imagina uma pessoa completamente boba e alucinada, encantada de paixão por um texto.

    Imaginou, pequena?

    Pois é, sou eu aqui, pelo teu.

    \o/

    Beijos e obrigada por fazer isso, viu?

    ResponderExcluir
  8. Erikah,

    Este veio com muita força mesmo, como se o sentir estivesse a ponto de explodir estrelas, mas na verdade, fosse a implosão, bem dentro, de tudo que se transforma quando nos damos à epifania das coisas.
    Também se nota que fizeste rimas de asas... que em muitas frases, que poderíamos chamar de versos, a cor delas era um ritmo para os sons das sílabas, ritual de palavras em sintonia de voo.
    E ainda lembrar que o casulo é sempre preciso, como requisito para cada grande transformação - e que está sempre ali, como rede, colo, como útero de renascimento.

    Um grande beijo, borboleta.

    ResponderExcluir
  9. para desfrutar do voo é preciso ter consciência do chão,


    beijo

    ResponderExcluir
  10. Os teus textos são tão extraordinários que me deixam sem saber o que dizer a não ser que é apaixonante ler-te, que nos tocas no mais íntimo do nosso ser.
    Obrigada por dividires connosco esse teu dom!
    Beijos de carinho.

    ResponderExcluir
  11. Lindo texto !!!!

    Acho que saber se metamorfosear é essencial ...

    BjO!

    ResponderExcluir
  12. "Pulso nas jugulares o sangue que carrega a força de transpor todos os pesares, minha fome de viver é voraz, sou de "borboletares"...e limitações não me pegam mais."

    pois bastava-te esta frase para que não houvesse dúvidas da intensidade da tua lúcida loucura...
    é fascinante a transmutação...

    ... mas não queres por-me mais louca do que eu já estou, pois não, querida linda, linda?!

    ResponderExcluir
  13. Fotos... fantásticas, Exupéry... arrebenta, Erikah Azzevedo, encasulada... tudo de bom. Muito bom. Parabéns, linda. Eu ia passando e fiquei encantado. Abraço!

    ...sobre comida que deprime, fibromialgia que ataca, mulher que estressa... leia o http://jefhcardoso.blogspot.com e tire suas próprias conclusões. Boa semana! Abraços!

    “Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso” (Jefhcardoso)

    ResponderExcluir
  14. As dores fortalecem, isso é a prova de que nada do que passamos na vida é em vão, sempre existe uma coisa positiva por trás.

    E depois que saímos dos casulos, ora que criamos para nós mesmos, ora que a vida cria, as nossas asas ficam mais bonitas e assim também parecem ser os ares por onde voamos.

    Lindo texto!

    Obrigada pelas lindas palavras que você deixou lá no meu canto!

    E que as bençãos todas sejam sobre nós!

    Beijo doce!

    ResponderExcluir
  15. "Depois de me sentir chão, sei melhor esse usar de asas"...
    Sem explicações.

    Presa ao ar livre, sigo a passos de pena só para sentir o doer mais leve.

    Sua intensidade é tamanha que move moinhos.

    Bjos de luz!

    Keli

    ResponderExcluir
  16. Não sei nem o que dizer... A não ser que estava precisando engolir letra a letra dessas aqui. E fiz, desculpe-me, pago logo, em dias melhores meus.


    Foi crescente e corajoso.


    Te beijo e te abraço

    ResponderExcluir
  17. Porque com uma alma tão bonita, tão poética, tão linda como a tua, não podia mesmo se limitar ao que se é, ao que se está.
    É preciso se transformar, mudar, borboletear.

    Lindo, Erikah!
    Sem palavras pra dizer o quanto gostei.

    ResponderExcluir
  18. Erikonah,

    Essa interação de imagem, vivências "borboletais" e poesia está cada vez melhor, cada vez mais afinada. Metamorfoseou legal!

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  19. 'Borboletares': Adorei!! Sei tanto disto, Erikah! Já sai do casulo tantas vezes, que nada me assusta mais.


    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Oi Erikah.
    Seu blog tem poder encantatório. As fotos são maravilhosas! já estou seguindo.

    Convido-a para conhecer: pensamentossoltos-soraia.blogspot.com (espaço onde metamorfoseio palavras).

    bj grande! Soraia

    ResponderExcluir
  21. ErikaH...

    No aconchego do casulo, ainda cegos, desconhecemos a luz do sol! Quando recebemos os primeiros raios de luz, abrem-se as asas, voamos para a vida, indecisos e frágeis. Por isso a vida é um constante exercício de superação. Todos temos asas, mas muito poucos arriscam alçar o primeiro voo!!!

    Beijos...
    AL

    ResponderExcluir
  22. Estamos juntas aqui tb amora!
    Também sou eterna metamorfose, é sempre mais bonito estar em mudanca constante sem perder a essencia!
    Te abraco forte!

    ResponderExcluir
  23. oi Amora..lindo demais esse teu palavrear.. intenso como vc..como não se apaixonar por tua escrita? impossivel.. presentão te ler..saudade amiga.. recebi seu email..não respondi..para não te cansar..afinal espero tua volta.. rsrsr que seja logo ouviu? beijão

    ResponderExcluir
  24. Erikáh!!!!

    tu gritou e eu ouvi, lindas palavras, que alma bonita você tem moça flor. esse eu levei comigo, tá? me perdoe pela ausência, trabalhei demais esses dias.

    Um beijo grande. saudades demais.

    PS: pode puxar minha orelha, viu? rsrs

    ResponderExcluir
  25. Erikah do meu core,
    Hoje pela manhã eu tive o prazer de ler essa tua poesia no Recanto.Tudo o que se refere a liberdade,a metamorfose,mudança,recontrução,borboletas...tudo isso me toca de maneira única.Vc conseguiu me emocionar,viu?Moça que toca na alma da gente...
    Fico por aqui agora,porque de tudo o que li hoje,isso foi o de mais bonito.

    Um beijo,Flor querida!

    P.S:Continuo mais um cadinho aqui....te lendo.
    Linda!

    ResponderExcluir
  26. sou de "borboletares"... mto lindo...
    gosto de metamorfosear e misturar na poesia esse meu mudar e ficar cada vez mais preparada para o q vier mesmo ainda sendo menos... afinal ainda estou metamorfoseando na vida... e sempre estarei...
    bjooo
    http://www.paulakarines.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. Oi minha borboleta!!

    Você se parece com uma mesmo, uma linda borboleta enfeitando nossos jardins!

    Beijinhos mágicos minha Fada das Palavras!!

    ResponderExcluir
  28. Eu também sou de borboletares!!!

    Eu fico anestesiada lendo seus textos.
    Ô menina, como ôce é linda, sabia?

    Um beijo meu.

    Adorooooooooo-te!

    ResponderExcluir
  29. Meu jardim é tão mais colorido com sua presença...
    Beijos.

    ResponderExcluir
  30. Transformarse... algo que cada día hacemos y no percibimos muchas veces... prepararnos a volar... para crecer...

    Lindo fin de semana... besos

    ResponderExcluir
  31. Dois Rios

    Acho que eu o chamaria de uma prosa poetica, pelo menos uma tentativa de...hehehe
    Ô linda, agradeço o teu carinho para comigo.
    Bjinhos Inês.

    __________

    Marluce

    Somos todos feitos de metamorfoses, e é preciso coragem em cada tão sonhado primeiro vôo, né!
    Um bjo.

    __________

    Colecionadora de Silencios

    ô menina mais linda gente.
    Obrigada amora.

    __________


    Mariane

    Obrigada, agora é minha vez de te deseja bom final de semana.

    __________


    Cria

    Obrigada linda, é muito bom estar tb no teu canto.
    Bjo

    __________

    Luna Sanchez

    Tu menina, alucinada e boba?rsrsrs
    Tu que é cheia das criatividades...
    Não sabes qto um elogio teu me vale...hehe
    Monte de beijos linda.

    __________

    Katyúscia Carvalho

    Menina teu comentário é sozinho um post inteirinho.
    Que lindo o que disseste Katy.
    Sentiste-me e ao texto num alémmais.
    Só mesmo vc menina.
    Meu beijo , viu!
    Obrigada.

    __________


    Assis Freitas

    Concordo contigo meu lindo...as vezes, mas só as vezes...hehehe
    Bjos

    __________

    Baby

    Dividir pra somar , não é minha linda...
    E são tantos talentos que encontramos por aqui.
    Vc é um desses.
    Bjos querida.

    __________


    Malu

    Eu tb acho, e tenho aprendido cada vez mais.
    Bjos linda.

    __________


    Outros Encantos

    Hehehe...tu sempre a roubar de mim o mais sincero sorriso né menina.
    Meu beijo coisa doida e linda...minha! hehehe

    __________


    Jefhcardoso

    Que bom que gostaste, passarei no teu em breve viu!
    Um beijo.

    __________

    Pérola Anjos

    E tuas asas são fortes né, asas de anjo...hehe
    Teu texto foi fantastico, tinha que receber um comentário a altura.
    Chegou quase perto...hehehe
    bjoooooo

    __________

    Keli wolinger

    “Presa ao ar livre, sigo a passos de pena só para sentir o doer mais leve”
    essa sua frase me foi um poema..linda, linda...menina.
    Tanta beleza.
    Bjo


    __________


    Zíris

    Ô minha linda, que bom poder te fazer esse bem...muito bom, viu!
    Nem precisa pagar boba...hehe
    Bjosssss

    __________

    Erikah

    ResponderExcluir
  32. opá, sou eu doida né?!...
    .... fez pontaria e acertou em cheio... lolll!...
    eheheheheheh............

    Beijos.

    ResponderExcluir
  33. tudo lindo aqui!!! e aqui fico!!!parabens!!!

    ResponderExcluir
  34. Olá, amigo blogueiro,
    Leia poesia que reafirma a vida como um bem cósmico, propriedade de ninguém, acessando meu blog:
    http://valdecyalves.blogspot.com/2010/10/poesia-da-afirmacao-da-vida.html

    Leia também a penúltima matéria. Vc sabia que já existiu campo de concentração no Brasil. Ver em:
    http://valdecyalves.blogspot.com/2010/10/caminhada-da-seca-de-senador-pompeu-em.html

    ResponderExcluir
  35. LINDO BLOG, SUCESSO E MUITA PAZ...BJS VISITE: WWW.INSTITUTOEUQUEROPAZ.BLOGSPOT.COM

    ResponderExcluir
  36. Erikah, já me faltam palavras para dizer o quanto gosto da tua escrita, dessa cadência que vc coloca nas palavras, feito uma música que a gente dança inconscientemente, só pelo prazer que ela proporciona...Não me canso de te ler, de verdade! Bjs.

    ResponderExcluir
  37. "depois de me sentir chão, sei melhor esse usar de asas", é uma frase de quem está sempre disposta a aprender, a recomeçar, a viver da forma mais intensa que a própria força permitir.
    Belo, Erikah, belo!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  38. Muito mnais do q eu esperava na indicação q recebi. Amei a profundidade e fluidez das suas palavras. A presença do eco na memória me colocou a viajar com o ritmo do poema. Me apaixonei pelas linhas... Conquistaste um seguidor. ^^

    Eu também tenho um blog, quando puder passa la e me segue também se gostar do que encontrar:

    http://codignolle.blogspot.com

    Meu Twitter (Se você tiver):

    http://twitter.com/guicodignolle

    o/

    ResponderExcluir
  39. Como sempre por aqui cheio de poesia né menina !!

    beijo grande minha linda !!

    ResponderExcluir
  40. Olá Erikah,
    Teu blog é extra, e tuas postagens são megas, gostei muito, vou acompanhar e ler aos poucos,
    bjs

    ResponderExcluir
  41. Erikah,

    As mutações são necessárias e virão de qualquer forma, as vzs com mtas dores, outras com a maturidade natural de quem observa mais atentamente a vida.

    Sua palavra é forte e gosto.

    Bj

    ResponderExcluir
  42. A borboleta...é maginfica...mas antes foi uma lagarta...por vezes temos que cair...para nos poder mos levantar mais fortes:)
    Beijo d'anjo

    ResponderExcluir
  43. Simplesmente adorei.
    Seu blog é lindo(não é só por falar, eu realmente gostei de toda a sua organização)
    Seus textos são magníficos, já estou seguindo para voltar aqui quando tiver algo novo ;)

    ResponderExcluir
  44. Moça bonita, tem um carinho p'ra você aqui:

    http://meusamigosseusmimosmeusencantos.blogspot.com/

    vá... corre a buscar ele... rss
    Beijos

    ResponderExcluir
  45. Erika ainda me pergunto como podes te superar menina assim tão esplendorosamente. É simples o viver da borboleta, vida curta, vôos curtos, contudo elas possuem asas maiores do que o seu próprio corpo e vivenciam um dos mais importantes espetáculos da vida que é a metamorfose. São as borboletas responsáveis por conhecer no claro o que acontece conosco cada dia no escuro, pois digo isso, porque acredito que assim como as borboletas nós também nos metamorfoseamos, antes eramos crianças, agora já somos adultos, amanhã seremos mais velhos, entre outras formas de metamorfose. No entanto, não deixamos que nos observem à luz enquanto a trasformação acontece já que muitas vezes temos medo de alcançar nosso ápice, talvez porque temamos será o novo em relação ao velho.
    Bjus e um abraço, por ser uma inspiração nesse meu céu
    Sua amiga alada, hilda

    ResponderExcluir
  46. Só pra dizer que to passando por aqui de novo
    e protestando por atualizações. suas belezuras
    fazem falta.

    Um beijo grande e carinho, Erikah.

    ResponderExcluir
  47. "É o fio da vida que se tece, o sofrer também aquece quando enobrece e faz crescer."

    Palavras verdadeiramente sábias, plenas de verdade.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  48. "imagine um mundo de coisas limpas e bonitas..."
    é o que tento fazer a toda a hora (sem contudo tirar o pé do chão...)
    sabes do resultado, amora?! - sou doida, utópica e outras coisa que não me apetece dizer...
    esse pensamento aí de Caio Abreu, é um espelho meu.
    essa imagem de tranquilidade no repouso das águas, é eu, enquanto sonho
    sonho sempre, sabias?!
    ... mentira..., às vezes levo umas estaladas...
    sei que não gostam, que faz raiva, mas klogo me recomponho... rsss
    saudades, louca!
    beijo.

    ResponderExcluir

Palavreia aqui você também!
Faça-se palavra!