Numa mesma estrada...caminhares!

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Liberta-te…


Rapte-me de quem eu sou.
Captada liricamente como "a metade arrancada de mim".

Eufórica ou neurótica. [sendo eu ou eu mesma]
Encenatriz, desencantadora ou desvirtuada.

Ser uma letra de música, qualquer texto poético ou uma crônica autobiográfica? Sou eu com você, mas, mesmo sem você, continuo sendo. Porém, se o importante é ser, esbarra-se na metafísica de realizar: mas ser o quê? Sentença: quando se decide por ser algo, automaticamente se desiste de ser uma infinidade de outras coisas. Uma escolha. A aflição da escolha. Como se a regra fosse poder escolher entre aquilo que é passível de limite - na vida tens uma peça a encenar, mas os figurinos são limitados?!

Saber ser é uma longa estrada, mas por diversas vezes sou minúscula.
Tenho minhas grandezas nos momentos de encontro. O que sempre acontece dentro de outros Universos onde se arrastar, caminhar, levitar ou flutuar faz parte do conjunto de um modo mutável de ser.

"ser ... querer ser ... merecer ser!"

Rapte-me
(Texto de Tatiani Távora, Blog Devaneios Apropriados)


Reprimir -se é um pra sempre seguir num se deixar perder.
Liberta-te
E só ancora-te a ti mesmo
Defeitos e qualidades
No inteiro , completo,
concreto e abstrato
Aprende …
Melhor mesmo é deixar-se ser
aceitar-se sendo.
E mais...amar-se sendo quem se é
Cada parte de um todo
Sem mais, nem menos....
Ser-se na real medida de si mesmo é um ato de coragem...


....e eu hoje sou o que de mim restou quando desisti de ser diferente do que era.

.

…Erikah Azzevedo…

44 comentários:

  1. Bonito é reflexivo...

    Ser e Parecer...


    (estranho, há alguns contactos entre este teu post e o meu último...Coisa do acaso...) (nota: não estou a comparar...não te quero diminuir...lol)

    ResponderExcluir
  2. é impar captar o ser de cada um...belo texto!

    ResponderExcluir
  3. Excelente reflexçao, parabéns pela postagem ! Beijos e obrigada por teu carinho.

    ResponderExcluir
  4. ... leia 'reflexão' ... perdõe !

    ResponderExcluir
  5. ErikaH,
    que poesia linda!
    Entre um sentimento, uma leitura, um afago de palavras.
    Poema flutuante, intenso,simplesmente belo...

    Beijinho querida.
    Fernanda.

    ResponderExcluir
  6. Dividir com você essa fecundação que é escrever me traz uma imensa alegria. Estar em um post junto com a sua visão lívida dos sentidos é uma honra!

    Gravar sua essência na alma de outra pessoa é uma tarefa nobre, nada impossível e imperceptível. Gravada estás na minha existência.


    Agradeço a você e ao universo. Por poder dividir vida, sentidos e ganhar teus cuidados, queridíssima!

    Beijos meus.

    ResponderExcluir
  7. Tatinha,

    Parecemos mesmo estar gravadas uma na outra...e sinto-me orgulhosa em ser-te neste muito.
    Sou maior quando sou contigo.
    bjo, bjo!

    Erikah

    ResponderExcluir
  8. Reprimir -se é um pra sempre seguir num se deixar perder.
    Liberta-te
    E só ancora-te a ti mesmo
    Defeitos e qualidades
    No inteiro , completo,
    concreto e abstrato
    Aprende …
    Melhor mesmo é deixar-se ser
    aceitar-se sendo.
    E mais...amar-se sendo quem se é
    Cada parte de um todo
    Sem mais, nem menos....
    Ser-se na real medida de si mesmo é um ato de coragem...


    ....e eu hoje sou o que de mim restou quando desisti de ser diferente do que era.

    .

    …Erikah Azzevedo…

    ResponderExcluir
  9. ...eu te deixo ser,me deixa ser então...
    Uma ja é boa,as duas juntas então,melhor ainda!!
    Beijo minhas amadas...

    ResponderExcluir
  10. Olha, lindo!
    "Tenho minhas grandezas nos momentos de encontro. O que sempre acontece dentro de outros Universos onde se arrastar, caminhar, levitar ou flutuar faz parte do conjunto de um modo mutável de ser.

    "ser ... querer ser ... merecer ser!"

    e

    "Ser-se na real medida de si mesmo é um ato de coragem..."
    Poesia Viva!

    Erika, gosto demais do teu Blog!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Eu sou neurótica, eufórica e erótica.rs.

    ResponderExcluir
  12. ser em essência, verdadeiramente


    beijo

    ResponderExcluir
  13. Ser e aceitar-se sendo o que é passa por uma coisa igualmente difícil, que é o saber-se às vezes ínfimo, às vezes limitado, às vezes tão distante do idealizado. É às vezes saber-se tão pouco sabedor.

    Os três primeiros versos do poema, em particular, são como que um soco no estômago.

    Beijo grande, Erikah

    Ivan Bueno
    blog: Empirismo Vernacular
    www.eng-ivanbueno.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. teu post é fantástico, é sempre, mas sobretudo é único, é sempre único e incomparável.
    muito cuidado com certas confusões!!!!
    ... tá bom, tá bom...;))

    louca, tens carinhos aqui:
    http://meusamigosseusmimosmeusencantos.blogspot.com/2010/12/esta-chegando-o-natal.html

    beijos.

    ResponderExcluir
  15. Minha querida

    Escreveste-TE...um texto muito profundo...por vezes esquecemo-nos de SER...perdemo-nos de nós.

    beijinhos com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  16. ... e eu hoje sou o que de mim restou quando desisti de ser diferente do que era.

    É bom quando lemos algo que nos toca, que nos faz pensar, e este blog é exemplo disso.

    Fique com meu carinho.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Gosto de ser "captada", escutada, tocada.

    Me faz bem.

    Beijo, querida.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  18. .

    Que tão lindo, amorinha!

    Essa frase me descreveu bem:

    "....e eu hoje sou o que de mim restou quando desisti de ser diferente do que era."

    Sempre encantando.

    Beijo grande, amora querida.

    .
    .

    ResponderExcluir
  19. Erikah!

    Gosto quando você vai me visitar sabes... É limpo e imenso! Sem falar que seus comentários são por si póeticos. Crepusculada! Escancarei.
    E sim você me pegou, eu tava mesmo paquerando Manoel. Será que funcionou. Senão terei de esperar que as paisagens me contemplem...rs

    ...e eu hoje sou o que de mim restou quando desisti de ser diferente do que era...

    Encolhi e estiquei. Gosto de ti por isso! é tão crescida menina Erikah, mais um crescido bom. muito bom!

    Te abraço mais forte que nunca!

    ziris

    ResponderExcluir
  20. Erikah!!!



    Uma magia poética dedilhada ao som de tuas lindas letras. Um encanto. Lindo demais. Parabéns!

    beijos bom final de semana

    ResponderExcluir
  21. OI FLOR... UM EXCELENTE FINAL DE SEMANA!!!

    BEIJOSSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  22. Vim para deixar um FELIZ NATAL e um grande ANO NOVO a ti e a todos aqueles que teu coração abriga.
    BOAS FESTAS!!!!

    ResponderExcluir
  23. Palavrear é um verbo libertador e você sabe usar essa liberdade: palavra+e+ar...Continue voando...

    ResponderExcluir
  24. Que lindo Erikah
    Rapte-me é demais! texto belo e comovente.
    ser ... querer ser.... merecer !!
    adorei
    deixo abraço e uma semana proveitosa e feliz!

    ResponderExcluir
  25. "ser ou não ser, eis a questão"
    Mas tu és! de corpo inteiro e alma plena!
    Deus te abençõe e te conserve sempre assim, verdadeira dos pés à cabeça.

    Agora quero pedir-te desculpa pela minha ausência no teu espaço, mas quando cá venho fico completamente bloqueada, não consigo nem aceder aos comentários,a página fica trancada, não obedece nem ao gestor de tarefas para eu sair, enfim, não encontro explicação para o que acontece.
    Hoje fui feliz na minha tentativa, talvez por ser Natal e eu querer muito desejar-te umas Festas plenas de alegria, amor e paz.

    Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  26. Desejo de coração que tenhas um feliz Natal e um próspero Ano Novo. Beijos Amelia

    ResponderExcluir
  27. Passei pra te desejar
    Feliz Festas! Que haja uma Luz, Um Renascimento especial pra ti!

    Que nossa amizade floresça cada vez mais em 2011!

    Beijos

    ResponderExcluir
  28. Minha querida, que coisa linda de se ler! Vc é toda profundidade né? Não há um só texto ou poema seu que encontro aqui que não me faça arrepiar inteira ao terminar de ler. ;)

    Vc é incrível!
    Adorei!

    Quero aproveitar e desejar a vc, independente de qualquer crença, um Natal cheio de paz e alegria junto aos seus.

    Um grande beijo! :)

    ResponderExcluir
  29. Seu blog é tudo de bom...amo!!
    Ser...sou...sentidos e sentimentos...intensamente.
    vaniafill@hotmail.com

    ResponderExcluir
  30. adorei demais os dois textos... loucamente intenso e belo!!

    ResponderExcluir
  31. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  32. Bom dia linda,
    Amo tua visita e palavras, elas são carinho sob a ama.
    Tua escrita é aconchego.
    Como um abraço na poesia.
    E eu adoro poemas.
    Vim te desejar um feliz Nata , cheio de amor, saúde e paz.
    Que o Senhor ilumine cada cantinho da estrada para todos .
    Beijo no seu coração.

    Fernanda.

    ResponderExcluir
  33. quis dizer sob a alma.
    Desculpa meu PC está com a letra L com problemas.

    Beijo anjo.
    Fernanda.

    ResponderExcluir
  34. Florzinha, passando novamente pra reler... já virei fã daqui viu!

    Um feliz Natal e que 2011 seja iluminado!!

    beijocass

    ResponderExcluir
  35. Texto muito bom ... :)
    Boa reflexão.


    Feliz Natal !!!


    Bjo.

    ResponderExcluir
  36. Oi querida, saudades de você! Muita! Bem, você pode ser o que quiser quando deita seus versos! Nisso está a mágica de se escrever poesias, inventamos tantos seres e somos o que desejarmos ser! Para mim você é uma ótima poetisa! Adorei sua reflexão, Erikah! Parabéns, minha linda! Um excelente Natal e um Feliz Ano Novo para você e sua família! Beijos, flor!

    ResponderExcluir
  37. sem querer isso me lembrou minhas leituras de heidegger e reflexões sobre o ser-aí e o ser-no-mundo e outras coisas.
    Mas acho que foi uma alternativa do meu incosciente pra deixar de pensar na verdade fundamental que rege minha vida hoje. Que se for pra ser sem um certo alguém eu prefiro não ser. Porque ser sem um certo alguém é ser alguém pela metade.

    ResponderExcluir
  38. Estou bem neste momento de ser - vendo-me e desvendando-me! bjs

    ResponderExcluir
  39. Vc é danada com as palavras!! Linda e poderosa reflexão...

    Tenho um texto falando de coragem, e o termino assim:

    É corajoso quem liberta-se de suas amarras e vive com total liberdade a PLENITUDE DE SI MESMO ...
    Há que se ter muita coragem pra embarcar nessa viagem sem volta, rumo à conquista de sua liberdade interior!

    É isto aí...

    Aproveito pra te desejar um novo ano cheio de tesão pela vida!
    2011 beijos!
    Helô

    ResponderExcluir
  40. Oque dizer desse blog!?
    Ele trata as palavras com carinho e respeito.
    Magnifíco!
    Abraço!

    ResponderExcluir

Palavreia aqui você também!
Faça-se palavra!